domingo, 15 de maio de 2016

Riqueza vegetal



"O europeu, transplantado pela primeira vez para esse país equatorial, sente-se arrebatado pelas belezas das produções naturais e sobretudo pela abundância e riqueza da vegetação. As mais belas árvores crescem em todos os jardins; vêm-se aí mangueiras colossais (Mangifera indica, Linn.), que dão uma sombra densa e excelente fruto, os coqueiros de estipe alto e esguio, as bananeiras (Musa) em cerradas touceiras, o mamoeiro (Carica), a Erythrina de flores de vermelho coral, e grande número de outras espalhadas por todos os jardins pertencentes à cidade. Esses soberbos vegetais tornam os passeios extremamente agradáveis; os bosques, que formam, oferecem à admiração dos estrangeiros pássaros e borboletas que jamais viram, entre os quais citarei apenas os colibris de dourada plumagem, como os mais conhecidos. [...]". Maximiliano, príncipe de Wied-Neuwied (1782-1867). Viagem ao Brasil. 2 ed. 1958. p. 25.
 
 
 
 
Bananeira. (Musa paradisíaca).
L. von Panhuys. Waterclours of Surinam (1811-1824).

 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário