terça-feira, 27 de agosto de 2013

Viajantes: Orquídeas



"Inúmeras são as formas de plantas sarmentosas de hastes retas ou serpentiformes, de gravatás, de aruns, de fetos e de magníficas orquídeas, que cobrem os altos troncos nos lugares úmidos.
Tais formas fantásticas, muitas vezes enganadoras excitam a imaginação do viajante, e, não raro, incutem um sentimento de medo, para o qual predispõe o tétrico silêncio das matas.
Do efeito que produzia a influência constante dessa temerosa solidão sobre a alma humana, deram provas nossos guias índios. Caminhavam à nossa frente, com passos curtos, apressados e pareciam ter todos os sentidos absorvidos no silêncio do ambiente". J. B. von Spix (1781-1826) & C. Fr. von Martius (1794-1868). Através da Bahia. 1938, p. 188.
 
 
 
Orquídeas
F. C. Hoehne. Álbum de orchidáceas brasileiras e o
Orchidário do Estado de São Paulo. 1930.

Nenhum comentário:

Postar um comentário