sábado, 2 de abril de 2016

Excelentes voadores e admiráveis mergulhadores


"[...]. O modo de vida de todas essas espécies tem muitos pontos de contato. Quando muito, consigo encontrar uma diferença no fato das espécies maiores mostrarem-se mais espantadiças diante do homem e costumam fugir já ao avista-lo de longe, enquanto que a pequena Ceryle americana muitas vezes deixa o homem chegar bastante perto. Todas elas excelentes voadores e admiráveis mergulhadores. Gostam muito de pousar  num ramo isolado pendente por cima da água, frequentemente na sombra  de arbustos e arvoredos debruçados num tronco da árvore ou uma estaca à margem do rio. Aí conservam-se muito tempo quietos, movem de vez em quando a cauda para cima e para baixo e eriçam, talvez para variar, as penas da cabeça. Como os seus pequenos e curtos pés - são só próprios para o pouso, mas não para o andar comodamente, raras vezes se mudam dos lugares que uma vez escolheram para se sentarem, e só quando por acaso lhes escasseia a caça. Quem observar por muito tempo um "Martim pescador", velo-á de repente esticar o pescoço, dirigir o bico verticalmente para baixo e, rápido como uma  seta desaparece ele, por momento debaixo d´água. Volta porém e retoma o seu lugar, sacode a água da plumagem e engole o peixe que apanhou, quando é pequeno, ou então prepara-o antes de o devorar, batendo-o fortemente contra alguma coisa resistente.
Também gosta de devorar caranguejos e siris; por isso os franceses e Caiena também lhe chamam "Martim-crabiers". O seu apetite é enorme [...].
O seu voo é muitíssimo rápido, tanto quanto possível em linha reta, porém junto dos ribeiros acompanha-lhes todas as tortuosidades voando quase rente à superfície da água. [...]. Ás vezes vêm-se voar alto no ar de uma para outra ilha, com gritaria penetrante, que se parece com kiá, kiá, kiá, [...]. São aves que dão na vista, e nos lugares que comumente habitam não tardam a ser notadas. [...]". Emílio A. Goeldi (1859-1917). As aves do Brasil. 1894, p. 189-191.
 
 
 
 
Mergulhões ou Martim-pescadores
Álbum de aves amazônicas. 1900-1906
Desenho de Ernst Lohse  (1873-1930)-  (Detalhe)
Acervo da Biblioteca Domingos Soares Ferreira Penna (Museu Goeldi)


2 comentários:

  1. Olá Aldrin, obrigada pelo comentário e visita ao meu Blog. Com esses posts divulgo o acervo maravilhoso da Biblioteca do Museu Goeldi. Abraços.

    ResponderExcluir