quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Viajantes: A decoração dos troncos e galhos na floresta!


"A floresta  era singularmente desprovida do denso mato rasteiro habitual e muitas clareiras e aberturas encantadoras entre as imponentes árvores formavam cenários de beleza silvestre.
Conspícuas entre árvores ficavam as gameleiras gigantes em arco, muitas delas cingidas por profusas lianas envolventes, como por exemplo a Monstera deliciosa, e recobertas de bromélias floridas de carmim brilhante. Árvores delicadas, samambaias e palmeiras de guariroba e jeribá suavizam, com sua folhagem recortada,  o contorno escuro dos troncos maciços. Cipós pendiam em longas linhas suspensas como o cordame de um navio, ou formavam curvas graciosas de árvore a árvore; numerosas orquídeas, parasitas, musgos e líquens decoravam os troncos e galhos, a tal ponto que quase cada uma das árvores era um jardim por si só". James W. Wells (1841-?). Explorando e viajando três mil milhas através do Brasil: do Rio de Janeiro ao Maranhão. 1995. v. 2, p. 11-12. 
 
Ilustração de Margaret Mee (1909-1988)
Flores da floresta amazônica: a arte botânica de Margaret Mee. 2.ed. 2010.



Nenhum comentário:

Postar um comentário