segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Tucanos de bico vermelho


"Pela manhã, depois de carregarmos a canoa, segui por uma indistinta trilha a caminho de casa. O panorama era de modo geral desolado e estéril. Às vezes não avistávamos uma folhinha de grama num espaço de milhas. Subitamente, eis que surgia um gigantesco bambuzal atravessando a ilha de um lado para o outro, em toda a sua extensão. Outros trechos eram revestidos de mimosas cheias de espinhos. Aqui e ali viam-se consideráveis bosques de árvores desfolhadas, cujos troncos eram diligentemente perfurados por numerosos pica-paus. Avistávamos também gaviões e urubus. De vez em quando, grupos de três ou quatro  tucanos de bico vermelho (Rhamphastos toco) passavam voando sinuosamente. O céu estava nublado e ventava razoavelmente, mas aqui não chove nesta época do ano. Em vista disso, não me apressei e cheguei em casa pouco depois do meio dia, bastante cansado, mas satisfeito com a caminhada". Alfred Russel Wallace (1823-1913). Viagens pelos rios Amazonas e Negro. 1979, p. 74.
 
 
Tucanos.
Álbum de Aves Amazônicas (1900-1906)
Desenho de Ernst Lohse (1873-1930)
Acervo da Biblioteca Domingos Soares Ferreira Penna - MPEG


Nenhum comentário:

Postar um comentário