quarta-feira, 22 de abril de 2015

Caxiri



"É em geral, a denominação dos vinhos de frutas, dos indígenas e dos caboclos da Amazônia, cujo sumo é posto a fermentar: consomem-no nas festas, bailes e dabacuris, tanto dos índios como dos caboclos [...].Quanto mais fermentado mais será preferido o caxiri, porque embriaga, estimula a alegria e assanha os instintos. Diz-se que um caxiri de taperebá só pode ser suplantado por um caxiri de polpa de frutos de cacau. O seu uso é tradicional, provindo dos primitivos senhores das terras e rios da Amazônia. [...].
O Conde Ermano Stradelli, no Vocabulário Nheéngatu-Português, afirma que também se denomina caxiri a uma festa indígena, "festa" particular, para a qual não há época prefixada nem há convites, embora seja sempre bem-vindo qualquer estranho". M. Nunes Pereira. Moronguetá: um decameron indígena. 1967, v. 1, p. 127.
 
 
 
 
Festa do Caxiri.
Karl von den Standen. O Brasil Central. 1942.


Nenhum comentário:

Postar um comentário