quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Viajantes: Samambaias que aspiram às alturas!

 
"O igarapé mais lindo de Alcobaça [Tucuruí], em termos de paisagem, talvez fosse o primeiro, no trecho ao longo do qual o encantamento estava instalado. Ele segue através de um desfiladeiro bem estreito, que oferece espaço suficiente para a vegetação poder ostentar mesmo ali seu esplendor supremo. Do lado do caminho, logicamente, foi necessário abrir espaço para o encanamento, que conduz até a altura de 20m mais ou menos pela encosta do morro. Árvores foram derrubadas e o barranco desbastado, onde agora seus restos, há tempos novamente cobertos de verde, porém ainda estendendo raízes e ramos ressecados em direção ao céu, compõem um primeiro plano pitoresco e selvagem, enquanto a vista agora pode estender-se para todos os lados, na beleza da floresta situada defronte, e mergulhar na profundeza onde a água aparece em alguns pontos cintilando rugindo e esbravejando, samambaias aspiram às alturas, cipós enormes se entrelaçam por sobre o riacho, formando pontes aéreas para os macacos, além de grupos de açaizeiros esguios com suas palmas quase sempre de fácil movimento e de um verde suave, que dão um tom gentil à poderosa sinfonia das plantas. As samambaias - que realmente são uma porção, ainda que só tenham de 3 a 4 metros de altura - foram o que mais me interessou, não só pela beleza e por serem as primeiras que vejo ao natural, mas também porque não se sabia desses infantes montanheses tão no fundo dos rios, como aqui, no baixo Tocantins, até onde tenho conhecimento. É claro que as fotografei para o Dr. Huber. Pena que não tivemos mais tempo para trazer exemplares vivos." Emília Snethlage (1868-1929). In: SANJAD, Nelson et al. Emília Snethlage (1868-1929): um inédito relato de viagem ao rio Tocantins e o obituário de Emil-Heinrich Snethlage. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, Belém, v. 8, n. 1, p. 208-209, jan./abr. 2013.
 
 
 
Samambaia.
Ilustração: Walter Hood Fitch


Nenhum comentário:

Postar um comentário