segunda-feira, 21 de abril de 2014

Viajantes: Cacaueiros


"Dos frutos da bacabeira extrai-se um suco oleoso, muito nutritivo e de agradável sabor adocicado. Mas a esguia Euterpe edulis sobrepuja aqui, com o açaí, todas as outras palmeiras. Ela é e será a benfeitora das tapuias nas suas pequenas malocas da floresta; nenhuma outra se poderá comparar a ela.
Mas isso não significa toda a riqueza das habitações índias na selva. Por toda parte viceja na floresta os espessos maciços de cacaueiros. De longe brilham as grandes cápsulas amarelas dos seus frutos. Contém, além dos conhecidos caroços, uma polpa acidulada, que com açúcar se conserva sólida ou sob forma gelatinosa. Os caroços só precisam ser limpos, trabalho que pode ser feito à sombra pelas crianças, e constitui uma espécie de ponto de reunião, para a qual os vizinhos e suas famílias se convidam reciprocamente. Alcançam com pouco trabalho um preço convidativo e proporcionam sempre bom lucro aos seus apanhadores. [...]". Robert Avé-Lallemant (1812-1884). No rio Amazonas (1859). 1980, p. 40-41.
 
 
 
Cacau (Theobroma cacao)
Ilustração de Eron Teixeira


Nenhum comentário:

Postar um comentário