terça-feira, 4 de novembro de 2014

Viajantes: Palmeiras espinhosas!


"[...]. Não disponho de referências no tocante às palmeiras, e tenho estado atualmente em locais onde essas plantas são muito interessantes. É bem verdade que sua coleta e preservação são extremamente difíceis.
Uma palmeira espinhosa, colhida nas profundezas da mata, num lugar distante do ponto onde se encontra a canoa, é uma carga difícil de ser transportada por um homem. Além disso, trata-se de um transporte extremamente desconfortável, pois as mãos de quem a arrasta estão constantemente sendo usadas para cortar e afastar os cipós que obstruem o caminho". Richard Spruce (1817-1893). Notas de um botânico na Amazônia. 2006, p. 170.
 
 
Desmoncus paraensis Barb. Rodr.
J. Barbosa Rodrigues. Sertum palmarum brasiliensium. 1989.


Nenhum comentário:

Postar um comentário