domingo, 1 de setembro de 2013

Reflexões: Amizade de colegiais



Na escola, a amizade é uma paixão. Extasia a existência, dilacera a alma. Nenhum amor da vida futura é tão arrebatador, nem tão desditoso. Nenhuma alegria é tão empolgante, nenhuma dor de ciúmes ou desespero tão aniquiladora e tão pungente! Que ternura e que devoção! Que imensa confiança, revelações inesgotáveis de pensamentos íntimos! Que presente  enlevado e futuro romântico! Que implacáveis desavenças e que enternecidas reconciliações! Que cena de tempestuosas recriminações, agitadas explicações, apaixonada correspondência! Que insana suscetibilidade e que frenética sensibilidade! Que terremotos do coração e furacões da alma estão presos nesta simples frase: amizade de colegiais! 
 
Coningsby, Benjamin Disraeli, 1804-1881
Pintura de Thomas Webster (1800-1886)
A linguagem do  amor. 1988.
 
 
 
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário