quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Verdadeiros jardins suspensos


"[...]. Entre o solo triste dos deserdados e o alto das franças floridas há um andar intermédio, onde se apresenta uma outra vida luxuriante e multicor, verdadeiros jardins suspensos, constituídos por plantas que nas árvores gigantescas foram apenas buscar um pouco, bastando-lhes o pouco de terra que se acumula entre dois ramos, a umidade retida pelas raízes emaranhadas. É o andar das epífitas, orquídeas de flores caprichosas, gravatás de brilhante colorido, e outras, e outras muitas. Aqui e ali, rompendo a dureza de um tronco, surge a despeito da treva e da umidade, muito abaixo das suas irmãs felizes das alturas, uma flor que vem buscar a fertilização num mundo diferente, por asas diversas das que voluteia, visitando as outras  flores de sua espécie". Cândido de Mello-Leitão (1886-1948). A vida na selva. 1940. p 9-10.


Orquídea Comparettia falcata
Lindenia-iconographie des orchidées, v. 4, 1888
www.biodiversitylibrary.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário