domingo, 8 de fevereiro de 2015

Viajantes: O Belo Mutum!


"Muito nos divertimos com a mansidão excessiva e quase absurda do belo mutum, que andava em roda de casa. Era espécie grande, de negro brilhante (O Mitu tuberosa), de bico cor de laranja, com uma excrescência do mesmo colorido em forma de fava. Parecia considerar-se da família. Assistia a todas as refeições, indo de uma pessoa a outra, em redor da esteira, para que lhe dessem de comer, e esfregava os lados da cabeça, como se quisesse fazer carícias, nas faces ou nos ombros da gente. À noite empoleirava-se num cesto de um dos quartos, embaixo da rede de uma das meninas a quem  ele particularmente se afeiçoara, acompanhando-a por toda parte no terreno. Esta espécie de mutum é muito comum nas matas do Cupaú, mas é rara no Alto Amazonas, onde a dominante é uma outra espécie próxima, cuja excrescência do bico é arredondada em vez de ser em forma de fava. [...]". Henry Walter Bates (1825-1892). O naturalista no rio Amazonas. 1944, v. 2, p. 109.
 
 
Mutum-de-bico vermelho
(Mitu tuberosa)
Augusto Ruschi. Aves do Brasil. v. 2, 1981.


Nenhum comentário:

Postar um comentário