terça-feira, 15 de julho de 2014

Viajantes: Passifloras.


"[...]. A floresta está muito mais rica em flores do que quando percorri pela primeira vez os seus pitorescos caminhos. As passifloras se mostram sobretudo abundantes. Há uma espécie delas cujo delicioso perfume lembra a do jasmim do Cabo; esconde-se na sombra mas é traída pelo seu perfume e, afastando-se os galhos, encontra-se na certa as suas grandes flores purpúreas e brancas, suas folhas espessas e seu caule escuro enroscando-se num tronco vizinho. Outra planta da mesma família parece antes atrair que evitar o olhar: tem uma cor vermelho vivo e as suas estrelas carmesins furam por assim dizer a folhagem densa da floresta. [...]". Luiz Agassiz (1807-1873); Elizabeth Cary Agassiz (1822-1907). Viagem ao Brasil 1865-1866. 1938, p. 425.
 
 
 
 
Passiflora watsoniana.
 L´illustration horticole. Gand, 1889.


Nenhum comentário:

Postar um comentário