segunda-feira, 19 de maio de 2014

Viajantes: Mamoeiro.


"[...]. A um canto, isolado, podemos encontrar um mamoeiro (Carica papaya), cujo fruto, em forma de melão, é consumido pelos criados e operários. Esta planta causa uma impressão curiosa e atrai logo a atenção do forasteiro. O tronco, da altura de 12, 14 e até 20 pés, fica sempre verde, ao menos na sua parte superior, e termina numa copa sem ramos e de folhas cor verde-amarela, muito parecidas com as do rícino. Debaixo destas folhas, encontramos, nas árvores femininas, grande número de frutas, que ao amadurecerem, se tornam amarelas, parecidas com o melão, porém menores. A polpa é amarela também e no interior há grande quantidade de sementes, preto-esverdeadas e cobertas por uma espécie de pele em cinco periféricos, o que faz lembrar o mais belo caviar. Esta fruta que é um regalo inacessível fora do Brasil, sempre despertou em mim grande desejo de vê-la". Dr. Hermann Burmeister (1807-1892). Viagem ao Brasil através das Províncias do Rio de Janeiro e Minas Gerais. São Paulo: Liv. Martins, 1952. p. 48.
 
 
Mamão (Carica papaya).
 Berthe Hoola van Nooten tropical Prints, 1863.


Nenhum comentário:

Postar um comentário